Telefone : +55 (21) 3592 7674 / +55 (21) 3592 7675​​

Whastapp: +55 (21) 98839-9128

Pré-Agendamento

Conhecendo a Endoscopia

O surgimento do endoscópio propiciou um grande avanço no tratamento das doenças gastrointestinais, uma vez que permite a detecção de úlceras, tumores (cânceres), pólipos e sítios de sangramentos ativos. Através da endoscopia podemos extrair amostras de tecidos (biópsias), remover pólipos (prevenção de câncer), dilatar áreas de estreitamento e temos a possibilidade de interromper sangramentos em atividade.

A endoscopia é realizada através do uso de tubos flexíveis, conhecidos como endoscópios, que permitem a visualização aumentada e em cores do interior do trato digestivo. Endoscópios altos são introduzidos através da boca e permitem a visualização do esôfago, estômago e do duodeno (primeira parte do intestino delgado).

O exame costuma ser muito bem tolerado, sendo realizado sob sedação venosa leve e anestesia tópica da orofaringe (spray) e requer um período de jejum total (inclusive de água) mínimo de 6h e ideal de 8h.

Não é permitido dirigir nas 12h seguintes ao exame por uma diminuição de reflexos que a sedação costuma gerar. A presença de um acompanhante idealmente entre 18 e 65 anos é necessária para a condução dos pacientes com segurança, uma vez que os mesmos podem ficar sonolentos após o exame.

Após o uso, os aparelhos de endoscopia são submetidos a uma exaustiva lavagem mecânica, incluindo a escovação de seus canais internos. Posteriormente, são submersos em uma solução contendo desinfetantes químicos e potentes esterilizantes, capazes de matar praticamente qualquer microorganismo vivo, incluindo aí o vírus da Aids, os vírus das hepatites e bactérias patogênicas. Pesquisas na área médica revelam que a chance de uma possível contaminação é mínima, em torno de 1 em 1,8 milhões!

Pequenos também são os riscos de complicações. Estas existem por ser um procedimento invasivo, mas são baixas as taxas em vista de todos os benefícios tanto diagnóstico quanto terapêutico que a endoscopia  pode proporcionar. As técnicas endoscópicas são bastante seguras, com baixas taxas de complicações, especialmente quando realizadas por uma equipe experiente. 
​​