Telefone : +55 (21) 3592 7674 / +55 (21) 3592 7675​​

Whastapp: +55 (21) 98839-9128

Pré-Agendamento

Gastrostomia Endoscópica Percutânea


A gastrostomia endoscópica percutânea consiste na instalação de um tubo de alimentação flexível no estômago, com saída para a parede abdominal. A introdução deste tubo no estômago se faz via endoscopia digestiva alta. Uma vez alcançado o estômago, é possível observar na parede abdominal externa a luz do endoscópio, e então, realizar um pequeno corte na parede abdominal, permitindo a saída deste tubo do estômago e sua fixação na parece abdominal externa.

O procedimento é realizado através de leve sedação do paciente e de anestesia local, com administração de antibiótico venoso antes do início do mesmo. Os pacientes costumam ter alta no mesmo dia ou no dia seguinte da realização da gastrostomia endoscópica percutânea.

 Através das aberturas (saídas) deste tubo flexível fixado a parede abdominal externa, é possível a administração de remédios, líquidos e alimentos diretamente no estômago, não passando pela boca e pelo esôfago do paciente. Logo, pacientes com distúrbios de deglutição ou incapazes de se alimentarem via oral podem se beneficiar da gastrostomia .

Os cuidados com a gastrostomia são simples mas devem ser cuidadosamente realizados. A limpeza da pele pode ser realizada uma vez ao dia com água e sabão, deixando a pele necessariamente seca após esta limpeza local. Não é necessária a utilização de gazes ou qualquer tecido entre a pele do paciente e o anteparo da gastrostomia e se indicada, apenas uma folha de gaze pode ser ali ajustada.

Após a administração da alimentação ou de medicamentos através da gastrostomia, deve-se administrar uma seringa de água evitando-se que permaneçam resíduos do interior do tubo. A alimentação deverá ser predominantemente líquida ou batida em liquidificador e o tipo de dieta ideal poderá ser melhor definida em uma consulta com o nutricionista. É importante ressaltar que o fato de possuir uma gastrostomia não impede o paciente de vir a se alimentar pela boca no futuro, mas isso só deve ocorrer após avaliação da fonoaudiologia e indicação precisa de seu Médico Assistente. 

As possíveis complicações que podem ocorrer incluem a dor no local da gastrostomia, o extravazamento de conteúdo ácido ou alimentar ao redor do tubo de gastrostomia, a infecção da pele ou do tubo, a aspiração de conteúdo gástrico para o interior dos pulmões, o deslocamento ou mal funcionamento da gastrostomia, o sangramento e a perfuração. No entanto, os benefícios do procedimento quando bem indicado e bem realizado, superam e muito o risco das possíveis complicações que possam surgir.

Os tubos de gastrostomia podem durar meses ou anos. No entanto, como eles podem sofrer alguns danos com o tempo, uma revisão periódica indicará o melhor momento deles serem substituídos. Esta substituição é facilmente realizada por seu médico através do orifício da gastrostomia. Contudo, uma vez removido o tubo, este orifício se fecha rapidamente, exigindo uma atenção imediata da família em casos de saída acidental, para que outro tubo seja recolocado no local o mais breve possível.

Recomendamos observar o número da sonda em relação ao anteparo externo e manter este número após a lavagem, garantindo assim o bom posicionamento da sonda em relação a parede do estômago.

Nossa equipe realiza tanto a gastrostomia endoscópica percutânea quanto a troca de sonda antiga  por sondas de reposição ou bottons.